PRODUTOR

CABANAS

SOC. VITIVINÍCOLA

Foi na década de noventa que a família Manuel Lopes, ligada ao vinho há três gerações, adquiriu a Quinta das Cabanas, sede da empresa e localizada em Sanhoane na sub-região do Baixo Corgo, muito perto da famosa vila vinhateira de Santa Marta de Penaguião. Os patamares de vinha imponentes tiram partido da sua excelente localização, e as bonitas casas pintadas de branco, por entre o vinhedo, dão um toque clássico e fresco à paisagem. Mas a família não adquiriu apenas terra, vinha e casas, mas também uma longa história associada a esta quinta...
Quinta das Cabanas.png
Quinta das Cabanas_Ilustra 2.jpg

Quem é a CABANAS SOC. VITIVINÍCOLA?

AS UVAS DO DOURO

É na margem direita do rio Douro que se produzem a grande maioria das 450 toneladas anuais de uvas deste produtor. Todos os seus vinhos são elaborados apenas com uvas próprias, numa aposta clara nos vinhos tintos, que são para já a bandeira deste produtor. Por lá, podemos perceber que a paixão pela terra e pela vinha está sempre presente, e a vontade de fazer cada vez melhor dita as leis do dia a dia...

Quinta das Cabanas_Ilustra 4.jpg
Quinta das Cabanas_Ilustra 6.jpg

UMA HISTÓRIA FEITA DE DOURO

Há uma história longa associada a esta propriedade, relacionada com momentos importantes do trajeto desta magnífica região. Esta quinta esteve envolvida na criação da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, uma entidade que acabaria por ser também parte do processo de Demarcação Pombalina levada a cabo no ano de 1756. A família Manuel Lopes adquiriu portanto não apenas um conjunto de propriedades com as quais produz vinho, mas também uma história rica de saber e tradição na arte de fazer alguns dos melhores vinhos do Douro. Manter e honrar essa história faz parte do legado desta família. Uma tarefa que coloca muitos desafios, e que sempre foram ultrapassados com mestria...    

Quinta das Cabanas_Ilustra 7.jpg
Quinta%20das%20Cabanas_Ilustra%208_edite

O TRABALHO NA ADEGA COMEÇA NA VINHA

A adega mostra o interesse e o cuidado deste produtor em relação à vinificação das suas uvas. Um local muito aprazível e airoso, que combina os equipamentos modernos e recentes como as cubas em aço inox com as clássicas barricas de carvalho francês, utilizadas para a elaboração das referências Reserva e Grande Reserva. E como o próprio produtor refere, a vinificação começa de facto na vinha, com a escolha e combinação das castas, quando o que se pretende criar grandes reservas.

A inovação está bem presente na adega, principalmente no que diz respeito à adoção de novas práticas no processo de vinificação. A remontagem utilizada pelas cubas estáticas, deixou de ser utilizada. A homogeneização das massas vínicas e a renovação periódica do mosto com as películas é levada a cabo através de um processo dinâmico, que se caracteriza por ser extremamente suave e feito com muito cuidado. O tempo de fermentação é controlado com rigor e assegura-se que tudo acontece num ambiente de temperatura adequada a uma excelente extração dos aromas, da cor e dos taninos. Trata-se desta forma de um processo inovador que ajuda de forma clara a conseguir vinhos de altíssima qualidade e cheios de personalidade!

QUARTETO FANTÁSTICO

Para já este produtor apresenta um quarteto de opções no que aos vinhos diz respeito. São 4 referências de vinhos tintos, que utilizam apenas uvas das propriedades da quinta. O grande destaque vai para a referência Quinta do Banco, que é disponibilizada nas versões Colheita, Reserva e Grande Reserva. E como já referimos, a vontade de elaborar vinhos de grande qualidade está bem expressa por aqui. Diríamos que um bom exemplo é o da composição do lote para a criação do vinho Grande Reserva, para o qual são escolhidas a dedo quais as uvas em melhor estado de maturação e provenientes das melhores parcelas de vinha. Toda esta atenção e rigor vão servir para que o resultado final possa honrar e prestigiar a imagem dos melhores vinhos do Douro, levando aos consumidores vinhos ricos, complexos e cheios de personalidade...

OS VINHOS DO PRODUTOR

BOEDO VELHO

Uma versão colheita do clássico vinho tinto da sub-região do Baixo Corgo. Elaborado a partir das castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e um toque de Sousão, apresenta uma boa concentração aromática, com os frutos vermelhos maduros bem presentes no nariz. Poderão contar com taninos presentes a dar vivacidade ao vinho, mas equilibrados, garantindo a elegância necessária.

 

QUINTA DO BANCO

É a referência bandeira deste produtor. Disponível em 3 versões, esta gama oferece características adicionais, com destaque para maiores concentrações aromáticas e muita expressividade olfativa. Visualmente são vinhos mais densos de cor, e esta densidade mostra-se bem no corpo e na estrutura, oferecendo uma boca cheia e suculenta, sempre envolvida com taninos muito saudáveis e equilibrados.

QUINTA DO BANCO COLHEITA

QUINTA DO BANCO RESERVA

QUINTA DO BANCO GRANDE RESERVA

Regiões Principais

DOURO

Quinta das Cabanas_Ilustra 12.jpg

OS MUITOS PATAMARES

Os magníficos patamares do Douro, também intitulados de socalcos, são uma das características das várias propriedades deste produtor. A localização dos 90 hectares de vinha cultivada oferece mais valias importantes para a produção de bons vinhos. Os solos xistosos que servem de base às vinhas da Quinta das Cabanas e da Quinta do Banco estão localizados entre os 400 e os 600 metros de altitude, o que fornece uma dose extra de frescura. A Quinta da Bandeirinha e a Quinta do Canal contribuem com uma excelente exposição a sul, e uma localização inserida em vales profundos, garantindo uma boa concentração e corpo aos vinhos produzidos pela família. É sem dúvida uma combinação de terroirs vencedora!

4 Vinhos em Destaque

Prémios

Alguns prémios e menções obtidos por este produtor 

CONCURSO DE VINHOS DO DOURO 2019

Medalha de Ouro - Categoria Vinho Tinto

Enologia

Nuno Felgar

Enologia

Informações e Contactos

+351 965 337 276 / +351 254 812 359

5030-375 Sanhoane

Santa Marta de Penaguião

Portugal