PROVA MINHA

QUINTA

DO ESTANHO

Reserva Branco 2018

"Um vinho que me surpreendeu bastante pela sua frescura e mineralidade, mas que acaba por confirmar o potencial das zonas de altitude da região do Douro."

Amorim Loves Wine_Quinta do Estanho Res

Pedro Amorim

O Pedro adora vinhos portugueses...

A paixão é tão grande que criou um excelente canal no Instagram acerca do tema. E como nós gostamos tanto das suas provas, não resistimos a convidá-lo para participar nesta rubrica da revista! Bom proveito! 

  • Instagram

amorimloveswine

A PROVA

TIPO

Branco

NA BOCA

Entrada directa e fresca com bastante frescura (transversal em todos os momentos). Estrutura média, corpo médio, a revelar alguma untuosidade, com meio de boca cheio de mineralidade, com muito citrino. Boa presença floral, alguma maçã verde. Suaves notas a tosta e acidez com garra e vibração. Final de prolongamento médio/longo, muito fresco e mineral, complementado por ligeiras notas de baunilha.

À VISTA E NO NARIZ

Cor amarelo palha ligeiro, excelente limpidez com aspecto brilhante e translúcido.
O aroma surge com intensidade e amplitude médias, imensa frescura e evidente mineralidade. Muito citrino (limão, toranja), também floral (laranjeira), ligeira maçã, e suaves notas tostadas

O VINHO

Proveniente de vinhas com uma cota média de altitude de 400 metros, elaborado maioritariamente de Arinto (80%) e os restantes 20% de Viosinho e Rabigato, estágio de 9 meses sobre borras, com recurso a battônage semanal, 14,0% de teor alcoólico.

REGIÃO

Douro

PRODUTOR

Quinta do Estanho

PVP Médio (online)

12,50€

Preço mais baixo online

à data da publicação

12,50€

EM RESUMO

Um vinho que me surpreendeu bastante pela sua frescura e mineralidade, mas que acaba por confirmar o potencial das zonas de altitude da região do Douro. Mostra aroma muito limpo, directo e mineral, pleno de citrinos e flores. Em boca é fresco em toda a linha, muito mineral, com óptimo equilíbrio entre o corpo (que tem um pouco de untuosidade) e a acidez (viva e vibrante). É totalmente gastronómico, para peixes de forno, carnes brancas, grelhados e queijos de média estrutura.
A sua belíssima acidez mostra que poderá evoluir muito bem nos próximos anos.